business coaching

A moda do Business Coaching: o que você realmente precisa?

De acordo com uma matéria publicada no site Infomoney, o mercado de coaching conta com 53 mil profissionais no mundo. Nos Estados Unidos, o segmento de coaching gera mais de 2,3 bilhões de dólares ao ano. Como cita outro artigo publicado na Exame, com todo esse “boom” existem oportunidades e armadilhas.

Para algumas pessoas, o business coaching é uma oportunidade de mudança de carreira, de um ganho extra ou de uma profissão em época de desemprego. Muitos querem ser coaching e para isso existem diversas instituições reconhecidas que fornecem cursos e diplomas.

Com cada dia mais e mais coachings surgindo, o assunto virou moda. Business coaching, life coaching, entre tantos outros coachings, são termos que muito provavelmente você já ouviu. Por conta disso, pessoas e empresas querem contratar o serviço para alavancarem os negócios e a carreira, se desenvolverem, dentre tantos outros objetivos.

Mas, será que business coaching é mesmo a opção ideal? Como coaching é a palavra da vez, muitas pessoas acabaram esquecendo da mentoria em gestão de negócios. O que um e outro podem agregar? Para responder a estas perguntas, iniciamos com a questão:

O que é Business Coaching?

Um coach, no sentido mais puro, tem como uma de suas principais habilidades fazer perguntas bem elaboradas a fim de permitir ao coachee encontrar as respostas ou os próximos passos por conta própria. Ao invés de compartilhar opiniões, ideias ou perspectivas, um coach guia o coachee na busca do melhor caminho a seguir.

Quem opta por um business coaching visa melhorar suas habilidades e seu desempenho relacionado a um conjunto específico de tarefas, bem como alcançar objetivos de negócios, se desenvolver como profissional e definir metas claras para o negócio.

Para trabalhar como business coaching o profissional precisa de uma certificação. Existem diversas instituições no mundo inteiro que oferecem cursos bem estruturados para formação de coachs. Isso significa que o profissional, ao assumir a si mesmo como business coach, passou por um treinamento, mas não necessariamente tem experiência em gestão de negócios (como ocorre em vários casos que vemos por aí).

O trabalho de um coach inclui seguir um processo passo a passo para aplicação de métodos e técnicas. Para você entender melhor, o processo de business coaching envolve fazer perguntas sobre o negócio e as habilidades do coachee para, a partir daí, criar uma agenda com foco em alcançar metas específicas (e geralmente imediatas).

Um coach faz o cliente refletir a ter novos insights de carreira ou até mesmo pessoais. Para tal, o profissional utiliza ferramentas cujo objetivo é o autoconhecimento. No ambiente organizacional os serviços de coaching empresarial são realizados geralmente em conjunto com a área de Recursos Humanos para potencializar o envolvimento dos colaboradores.

Após entender o que é business coaching, é necessário compreendermos sobre mentoria em gestão de negócios.

O que é mentoria em gestão de negócios?

Em comparação com um business coach, um mentor de negócios é alguém que tem experiência em gestão de negócios. Conforme esclarecemos neste post, a mentoria foca na vida profissional do mentorado, auxiliando para que ele atinja seus objetivos profissionais. O mentor não tem o propósito de treinar competências, pois seu objetivo é incentivar a autonomia para ajudar o gestor a tornar-se protagonista.

Contar com a experiência de um mentor em gestão de negócios pode salvar o mentorado de perder tempo ou dinheiro em uma estratégia, ou ajudá-lo a perceber uma abordagem diferente para alcançar um objetivo. Apesar de estarem geralmente focados nos negócios, os mentores também ajudam a discutir metas de vida e como fazê-las interagir com as metas de negócios.

Empresas que querem desenvolver seus líderes ou talentos como parte do planejamento de sucessão, ou que buscam desenvolver seus funcionários para remover barreiras que atrapalham o sucesso (tanto individual quanto organizacional) encontram o auxílio na mentoria em gestão de negócios.

Diferenças entre business coaching e mentoria

Para ficar bem claro, entenda que:

  • Business coaching é um relacionamento de curto prazo. Já os relacionamentos de mentorias em gestão de negócios são sempre de longo prazo, uma vez que, para ser bem-sucedida, requer tempo para que mentor e mentorado possam aprender um sobre o outro e construir um clima de confiança.
  • Business coaching é orientado pelo desempenho. O coach tem como objetivo melhorar o desempenho do coachee no trabalho. Isso envolve o aprimoramento de habilidades atuais ou a aquisição de novas habilidades. Mentoria em gestão de negócios é orientada para o desenvolvimento. Sua finalidade é desenvolver o indivíduo não apenas para o trabalho atual, mas também para o futuro.
  • Business coaching leva o coachee a um processo de desenvolvimento de habilidades por meio de questionamentos que o guiam ao atingimento das metas desejadas. A mentoria na gestão de negócios apoia os mentorados a desenvolverem ações ou tomarem decisões que superem barreiras e dificuldades que estejam bloqueando o sucesso da empresa.
  • Um mentor de negócios tem experiência em gestão. Por outro lado, um business coach não precisa ter uma experiência prática do tipo de trabalho em que o coachee está envolvido.

Concluindo: qual escolher?

De uma forma genérica, um mentor é ideal para quem precisa de ajuda para planejar o futuro da empresa e/ou profissional, ou para preparar alguém para assumir cargo de liderança. Além disso, a mentoria é geralmente a melhor opção para quem quer:

  • Redução de risco em tomadas de decisão (quando mentores experientes que entendem e compartilham seus pontos de vistas em um nível mais profundo, o mentorado passa a explorar melhor suas opções).
  • Progresso mais rápido (a mentoria na gestão de negócios consegue identificar quais ações precisam ser tomadas para atingir o resultado desejado).

Quando o caso é limitado a ganhar ou melhorar certas habilidades de gerenciamento, um coach é o mais indicado. No entanto, é importante avaliar o grau de experiência do profissional. Lembre-se que um business coach não necessariamente tem experiência no ramo de atuação do coachee e pode nem ter tido vivência em gestão de negócios, o que pode ser um fator negativo. Por isso, antes de seguir uma moda, analise o que você procura e não esqueça de levar em conta o nível de experiência de quem irá ajudá-lo.

Para conseguir identificar o que você realmente precisa, convidamos a se aprofundar um pouco mais e conhecer as diferenças entre mentoria, coach e consultoria. Para isso, recomendamos o post O que é mentoria na gestão de negócios?.

Esperamos que este artigo tenha sido útil a você. Fique à vontade para compartilhá-lo com seus colegas.

Créditos imagem: Pixabay por rawpixel.

2 respostas
  1. Eliana Gevaerd diz:

    Patrícia e Silvio,
    Percebo cada vez mais a necessidade de um espaço de reflexão para clarear e mais ainda conscientizar sobre o papel e limites de atuação de um Coach e um Mentor.
    Gostei muito quando fazem ou pelo menos tentam fazer um paralelo entre um profissional e outro. Não foi arrogância esse “tentam”- mas acredito realmente que a diferenciação em alguns momentos é muito tênue.
    Enfim, muito valiosa a contribuição de vcs.

  2. Silvio Zen diz:

    Eliana, obrigado por seu comentário. Concordamos com você que a diferença é muito tênue. E a diferenciação se torna ainda mais difícil, quando pessoas despreparadas, navegando no modismo, se apresentam como coaches.

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *