gestão estratégica por projetos

Por que é possível utilizar os projetos para tornar sua gestão mais estratégica?

Em um ambiente de negócios competitivo e dinâmico, organizações cada vez mais enfrentam desafios estratégicos e empresariais. Executivos e gerentes veem-se obrigados a garantir o sucesso de longo prazo das empresas. Para tal, desenvolvem planejamentos que visam a uma gestão estratégica mais eficaz.

No entanto, para vários desses executivos e gestores implementar essas estratégias representam um desafio. Sabemos que a gestão estratégica é essencial para qualquer negócio, então, como contornar essa situação?

Muitas organizações utilizam a gestão estratégica por projetos para auxiliar no processo de implementação do gerenciamento estratégico. A explicação é simples: a abordagem por projetos é válida para tudo aquilo que seja um esforço para executar determinado escopo, com prazos e responsabilidades definidos.

Entendendo a estratégia

No dicionário, a palavra “estratégia” significa plano, método, manobras ou estratagemas para alcançar um objetivo ou resultado específico. Podemos definir “estratégia” de diversas maneiras. Henry Mintzberg, autor de várias obras na área de administração, define-a como uma maneira de “pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado”.

Para empresas, estratégia tem a ver com maneiras pelas quais os objetivos de uma organização são alcançados e suas missões implementadas. Trata-se de planos orientados para o futuro a fim de alcançar lucro/sucesso com o menor custo/impacto possível.

Quando falamos em formular e implementar estratégias para atingir objetivos específicos, entramos na esfera da Gestão Estratégica. O processo de gestão estratégica segue quatro etapas:

  • Análise do ambiente: processo de coleta de informações (análises dos fatores internos e externos) para fins estratégicos.
  • Formulação de estratégia: processo de decidir o melhor curso de ação para atingir os objetivos organizacionais e, portanto, atingir o propósito organizacional.
  • Implementação da estratégia: criação de estrutura organizacional e sistemas de controle adequados para colocar a estratégia escolhida da organização em ação.
  • Avaliação da estratégia: etapa final do processo de gerenciamento da estratégia. As principais atividades de avaliação estratégica são: avaliar os fatores internos e externos que são a raiz das estratégias atuais, medir o desempenho e tomar ações preventivas/corretivas. A avaliação garante que a estratégia organizacional, assim como sua implementação, atenda aos objetivos organizacionais.

Ainda hoje, muitos líderes organizacionais agem como se suas funções restringem-se na projeção e comunicação da estratégia, enquanto que a execução propriamente dita é vista como responsabilidade do restante da organização. A questão é que em muitos casos uma lacuna acaba se abrindo entre comunicação e execução. Quando isso ocorre, a estratégia transforma-se em algumas palavras bonitas apenas, mas sem conexão com o dia a dia das operações.

A estratégia que uma empresa pretende seguir pode ser muito diferente da estratégia que realmente se realiza. Neste ponto entramos na Gestão Estratégia por Projetos.

Por que alinhar estratégia com projetos?

Um projeto é um esforço dedicado, único, com começo, meio e fim para se atingir um determinado objetivo. O gerenciamento de projetos é a aplicação de habilidades, conhecimentos e ferramentas para planejar, lançar, executar e gerenciar o trabalho de uma equipe para atingir metas específicas dentro de prazos estabelecidos. Sendo assim, entendemos que projetos abordam objetivos bem definidos. Eles podem ser vistos como peças de um quebra-cabeças que se encaixam para alcançar resultados determinados.

Já o planejamento estratégico é a criação de planos de curto, médio e longo prazo que mostram onde a organização quer chegar. Planejar estrategicamente é desenvolver ações que atinjam resultados definidos. No entanto, o planejamento estratégico se torna sem sentido na falta de uma maneira de executar estratégias planejadas. São os projetos que têm o papel de apoiar na execução dessas ações.

Uma entrevista publicada no site Brightline Initiative fala sobre a lacuna que há na implementação da estratégia:

“Implicitamente, as pessoas pensam em uma organização como uma máquina, com uma equipe de liderança no topo, silos abaixo e alavancas de controle. A ideia é que, se você puxar essas alavancas, você obterá tal resultado. Como consequência, muitos executivos acham que você define a estratégia no topo, divide-a em partes, recompensa as pessoas por conquistarem seus grupos e as pune, se não o fizerem. Essa visão generalizada é fundamentalmente equivocada”.

Para mudar essa visão, podemos fazer uso da gestão estratégica por projetos. Nela, temos a combinação da estratégia e técnicas de gerenciamento de projetos para ajudar a empresa a avançar. Isso acontece por meio da elaboração de um escopo com definição das etapas com seus respectivos responsáveis e prazos.

Funciona assim: um plano estratégico é o “o quê” do seu projeto, enquanto que o projeto foca na execução ou “como” será executado. Um projeto trabalha com:

  • Objetivo a ser atingido
  • Como será executado (quais atividades)
  • Quem faz o que (definição de responsabilidades)
  • Quando as coisas vão acontecer (definição de prazos)
  • Qual é o orçamento

Ainda, note que uma gestão estratégica por projetos pode ser entendida como um plano que identifica as ferramentas e os recursos que você usará para atingir as metas estratégicas no prazo e dentro do orçamento. Como falamos, trabalha-se dentro de um escopo definido. Para colocar um projeto em prática, as etapas que se seguem são:

  1. Conceituação
  2. Planejamento
  3. Execução
  4. Monitoramento e Controle de Projeto
  5. Encerramento

Aqui não nos alongaremos falando de cada etapa. Caso você queira saber mais, explicamos no artigo Implementação de projetos de melhoria organizacional.

Concluindo

A gestão estratégica por projetos estabelece uma metodologia que aumenta o controle sobre as execuções das estratégias em todos os departamentos da empresa. Ao fazer isso, ela aproxima a estratégia da sua execução, tirando-a de um campo mais teórico.

Para encerrar, queremos convidar você a aprimorar o planejamento estratégico da sua empresa através do pensamento estratégico. Pensar estrategicamente é olhar para o futuro de maneira mais estruturada. Para você entender melhor o conceito, como adotá-lo e quais seus benefícios, elaboramos um e-book que aborda o tema “pensar estrategicamente”.

O material é gratuito e para acessá-lo basta fazer o download em nossa página. Então, agora que chegamos ao fim do artigo, aproveite e leia também o eBook Você sabe o que é Pensamento Estratégico e como ele pode mudar o rumo da sua empresa?

Este artigo foi útil a você? Em caso afirmativo, fique à vontade para compartilhá-lo com seus colegas. E para ficar por dentro de nossos outros materiais, acesse o Glicando, o blog da Glic Fàs.

Créditos imagem: Pixabay por Shahid Abdullah

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *